Conheça os encoders da Baumer e os tipos de saídas disponibilizados

BLOG_WROMA SAIDA ENCODER

 

A escolha de um encoder para atuar em sua linha de produção envolve diversos critérios técnicos e podem variar de acordo com cada necessidade. Apesar disso, a Baumer consegue atender às mais diversas demandas industriais com uma gama de produtos desenvolvidos especialmente para cada caso.

Ao optar por um encoder, você precisará determinar qual tipo de saída será necessária e compatível com o equipamento que fará o recebimento dos sinais. Essa é uma escolha muito importante para a sua empresa pois, no caso de uma escolha equivocada, o encoder não irá funcionar.

Mas, para que servem os encoders?

 

O encoder é um aparelho que gera e transmite informações sobre posição, rotação, ângulo com base nos movimentos, e as informações são apresentadas a partir de sinais digitais.

É uma ferramenta extremamente necessária para manter o controle de qualidade dos produtos que sairão dali, e também da linha de produção como um todo. Contar com encoders de boa qualidade é a garantia de um processo otimizado, ágil e eficiente.

 

Existem dois tipos de encoders: absolutos e incrementais.

●     Encoders absolutos

São absolutos por fornecerem uma posição absoluta devido ao padrão de código exclusivo atribuído a cada incremento de ângulo. Geralmente, esse tipo de aparelho é usado em robótica, transporte e outras aplicações que demandam controle e monitoramento da exata posição dos objetos;

 

 

●     Encoders incrementais

Neste caso, a utilização costuma ser feita em setores como embalagens, impressão, transportadores e conversão para controle de velocidade. A posição dos encoders é definida pelo número de pulsos por rotação. As saídas dos encoders incrementais são transmitidas para uma unidade de controle para cada rotação. A partir da comparação dos pulsos com os dados de saída, é possível determinar a posição atual do objeto.

 

Os encoders da Baumer possuem dois tipos de saída:

●     HTL

É a sigla para high transistor logic. Esse tipo de circuito utiliza dois transistores para gerar os canais de saída, garantindo assim que o sinal seja alto ou baixo. Desta forma, o nível de tensão de alimentação, entre 0 e 30 volts, se mantém o mesmo na saída.

 

●     TTL

É a sigla para transistor transistor logic. A saída TTL disponibiliza um nível de tensão no sinal de saída de 5 volts quando ligado, independentemente do nível de tensão de alimentação, desde que ela esteja entre 0 e 30 volts. Desta forma, qualquer que seja a tensão inicial, a saída será sempre de 5 volts.

Além disso, as saídas TTL possuem ótima imunidade aos ruídos e oferecem a possibilidade de usar cabos longos e rápida resposta de sinal.

 

Para você conhecer melhor os produtos da Baumer, a WRoma está à disposição como representante da marca no Brasil.

Entre em contato agora mesmo clicando aqui e fale com a gente pelo whatsapp

 

Quer saber sobre Encoders HeavyDuty para a indústria metalúrgica e siderúrgica? Clique aqui e saiba mais.